O vereador do Rio de Janeiro, Dr. Jairinho (Solidariedade) e Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, morto em 8 de março, foram presos na manhã desta quinta-feira pela Polícia Civil do Rio. De acordo com informações do G1, investigadores apontam que a criança de 4 anos foi assassinada.

Policiais descobriram que o vereador agredia o menino com chutes e golpes na cabeça e que Monique sabia disso pelo menos desde fevereiro.

Além do assassinato, o casal também é suspeito de atrapalhar as investigações e de ameaçar testemunhas para combinar versões. Os mandados foram expedidos nesta quarta-feira (7) pelo 2º Tribunal do Júri da Capital. A prisão é temporária, por 30 dias.

Provas técnicas obtidas pelos investigadores e depoimentos de pelo menos 18 testemunhas descartaram a hipótese de que a criança tenha morrido em um acidente. versão sustentada pelo casal.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?