Uma variante do coronavírus semelhante à originada na África do Sul foi detectada na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, disse nesta quarta-feira o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Covas afirmou que o material genético da variante foi estudado e que o paciente que apresentou a variante não tinha histórico de viagem à África do Sul ou de contato com pessoas que estiveram no país.

“Na terça nós terminamos a análise do material genético da rede de laboratórios com o Butantan e universitários que estão fazendo esse trabalho disse Covas.

“É uma variante assemelhada à da África do Sul, embora não haja histórico de viagens ou de contato com viajantes da África do Sul. Existe a possibilidade de que seja uma evolução da nossa P.1 em direção a essa mutação da África do Sul”, acrescentou.

Tanto a P.1, variante do coronavírus originada em Manaus, quanto a variante sul-africana são mais transmissíveis que a versão original do coronavírus causador da covid-19. A circulação da variante P.1 tem sido apontada como um dos fatores responsáveis pelo agravamento da pandemia no Brasil.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?