A Prefeitura de Santos anunciou que a partir desta quarta-feira (24), barreiras sanitárias serão instaladas na entrada da cidade próximo a Saboó.

O objetivo da medida é evitar que caminhões e ônibus entrem no município em função do lockdown da Baixada Santista e guiar os ônibus de volta ao seu local de origem.

Outro objetivo da operação é prevenir o coronavírus, já que cidades e regiões inteiras estão lotadas de hospitais e enfermarias para o tratamento de pacientes covid-19 que não têm leitos disponíveis.

Não há provisão para remover a barreira sanitária. A Polícia Civil (GCM), a Gendarmaria e a Corporação de Engenharia de Tráfego (CET) atuaram para orientar os motoristas. Desde o final de novembro de 2020, a cidade não emitiu autorizações para veículos turísticos entrarem na cidade.

Operação Descida

O Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), que liga a capital à Baixada Santista, suspendeu as operações. Essa medida deve continuar até o dia 4 de abril. Trata-se de um pedido feito pelo presidente do Condesb e pelo prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB) ao governo do estado para impedir a entrada de turistas na área durante a fase emergencial do plano paulista.

A suspensão é a primeira vez em 23 anos. A operação normal do SAI permanecerá no esquema 5×5, com 3 pistas na pista sul da Rodovia dos Imigrantes, 2 pistas na Via Anchieta até a Baixada Santista e 3 pistas na pista norte da Imigrantes. Anchieta está subindo em direção à capital.

 

foto: Marcelo Martins/Prefeitura de Santos

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?