A polícia do Distrito Policial No. 1 de Mongaguá prendeu um homem de 20 anos e um menor (15) que foi condenado como autor de extorsão. Menores ocorreram na comunidade Balneário Jussara em Mongaguá. Eles também foram identificados como os autores do assalto ocorrido próximo à cidade de Jardim Columbia no dia 18 de fevereiro deste ano.

Naquele dia, um menino de 20 anos estava em seu carro quando rodeado por duas motocicletas, uma das quais armada e entregue à vítima, entrou em seu veículo, obrigando-a a ir até a agência bancária para sacar. A quantia de R $ 5.000,00 foi realizada com a ameaça de matar sua filha e esposa. A vítima foi ao local e pegou o dinheiro. Ao perceber o nervosismo da vítima, o bancário chamou os policiais da equipe, que imediatamente foram ao local.

Após intensas investigações in loco, a equipe de investigação conseguiu identificar dois suspeitos (um homem e um menor), que foram investigados na sede de Mongaguá e foram acusados ​​de roubo. Após realizar a identificação com foto, a vítima admitiu que os dois indivíduos eram, sem dúvida, os autores da extorsão.

Investigadores fizeram uma investigação e levaram o suspeito à delegacia, onde a pessoa foi presa pelo ato e o menor foi preso por suspeita de extorsão. A  esposa da vítima do latrocínio, que resultou na morte de um homem de 58 anos, no interior da sua própria casa, procedeu o reconhecimento pessoal da dupla, obedecida todas as formalidades legais, o que restou positivo.

Embora já responsabilizados pelo crime de extorsão, a Autoridade Policial, com base em todos os fortes indícios, representou pela decretação da prisão preventiva e pela internação do menor, também em razão da prática do crime de latrocínio.

 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPÉ
AGORA É HORA DE SER VOCE?